Como a computação em nuvem é o nosso presente

Como a computação em nuvem é o nosso presente.

A computação em nuvem vem crescendo e mudando o mercado de tecnlogias de forma acelerada, em partes devido a sua facilidade, em outras partes em custo, mas podemos listar diversos itens, que deixam a computação em nuvem atraente ao mercado. Vemos empresas mudando seus rumos com o surgimento da computação em nuvem e muitas vezes no nosso dia a dia achamos que tal cenário ainda está longe da gente, mas acredite ele está inserido mais e mais no nosso dia. Hoje temos empresas como a Microsoft que iniciou e fez crescimento baseado em software usando o Windows e o Office, mas hoje o CD que compravamos há muito deixou de existir e os velhos serias (aqueles belos codigo em etiquetas) vem perdendo espaço pra chamadas assinaturas. Ainda pode parece prematura falar de computação em nuvem, mas cada vez mais seu e-mail é vinculado aos seus softwares, opçoes de conectar em qualquer lugar (anywhere) e também puxar seus arquivos estão presentes, outro exemplo clássico é ter o uso do celular e seus backups que se ocorressem apenas dentro do minisculo espaço do celulares de entradas seriam rapidamentes acabados. Entretranto mesmo com a escassez de espaço local, não vemos pessoas com a carteira cheia de cartões SD. Você se lembra de quando comprou um cartao de memória, ou ainda mais, não vemos as pessoas andando com o HD externo pra conectar em um porta USB cheia de virus com tanta frequencia . Então a computação em nuvem surge como algo mais desejado, de forma muito oculta sim, mas elas são guardiões de nossas fotos, conversas e outros recursos que nem imaginamos, então saber computação em nuvem seja hoje como a aprender a usar computador a cerca de 20 anos atrás, vai ocupando espaço de nossas vidas que nem imaginamos. Concordam que a computação em nuvem vem dessa forma ou vem outras perspectivas?
13 Likes

Concordo em muito com seu ponto de vista. Porém, acredito que precisamos analisar alguns outros aspectos como a privacidade e a segurança dos dados, incluindo o crescente número de vazamentos normalmente ligados a ataques cibernéticos.

Olhando para a visão da importância desses dados hoje em dia, essa mesma valorização que trouxe benefícios como a LGPD, no caso do Brasil, ocasionou um aumento do interesse em acessar essas informações que, por estarem armazenadas de forma centralizada em volumes gigantescos em datacenters espalhados pelo mundo, acabou por “facilitar” o acesso a esses volumes. Uma vez que antes, o roubo de informação era mais trabalhoso à medida em que era necessário ter acesso às máquinas de cada cidadão para então invadir e ter acesso a esses dados.

Não querendo com isso dizer que o acesso a esses dados seja fácil mas, o grande volume acaba compensando um maior esforço por parte daqueles que buscam acessar essas enormes quantidades de informação, tornando-as um alvo preferido.

Acho interessante também o fato de que, apesar de estar caindo em desuso, o uso de hardware próprio como forma de armazenamento, ainda seja uma forma de ter as informações e conteúdos acessíveis e seguros no caso desses ataques ou mesmo em uma eventual pane geral dos sistemas, por assim dizer.

5 Likes