Express para iniciantes (Maneira simples de utilizar)

Olá colegas.

Hoje venho trazer as vocês uma maneira simples de se criar um servidor em NodeJS com o Express.

Primeiro, crie uma pasta em sua máquina com o nome que desejar, porém sem espaços ou caracteres especiais. Após isso, abra seu editor de código e o terminal, digite o comando npm init ou yarn init para iniciar uma aplicação node. Dê enter em tudo, pois como iremos apenas testar o express, não há necessidade para isso.

Você verá que tem um arquivo chamado package.json. Este arquivo é a sua estrutura da aplicação, onde você pode instalar pacotes e criar diversas coisas. Como queremos apenas o express em nossa aplicação, vamos apenas digitar o comando “npm i express --save” ou “yarn add express” e aguardar sua instalação.

Feito isso, agora podemos começar a criar nosso servidor. Crie um arquivo index.js, dentro dele começe importando o express para sua aplicação, com está linha aqui:

“const express = require(‘express’)” ou "import express from ‘express’ "

Logo após, vamos criar uma instância do express, para que assim, possamos criar diversas rotas em nossa aplicação. Para fazer isso, basta digitar abaixo do import a seguinte instrução:

" const app = express() "

Temos uma instância express criada com sucesso, mas somente isso não basta para termos um servidor funcional.

Vamos criar uma rota de exemplo, para podermos ver no navegador que o servidor está funcionando. Logo abaixo, vamos digitar a seguinte linha de código:

" app.get(’/teste’, (req, res) => {
res.send(‘Servidor funcionando’)
} "

Agora que temos nossa rota criada, precisamos fazer o servidor “ouvir” nossa requisição, e para fazer isso, basta digitar abaixo dessa rota a seguinte linha:

" app.listen(3000, () => {
console.log(‘Servidor rodando em http://localhost:3000’)
} "

E está pronto nosso servidor !!!

Mas como irei rodar o servidor?

Lembra daquele arquivo chamado package.json?

Exato, aquele arquivo é onde colocaremos uma instrução para que possamos rodar nosso servidor.

Então clique nele, e você verá a seguinte estrutura:

“name” : “nomequevocêdeuasuaaplicação”,
“version”: “1.0.0”,
“description”: “”,
“main”: “index.js”,
“author”: “”,
“license”: “MIT”,
“private”: true

Vendo assim, parece uma grande sopa de letrinhas, mas não se preocupe, vamos focar onde realmente precisamos. Está vendo a linha main? Logo abaixo dela você insere esse código aqui:

“scripts”: {
“start”: “node .”
},

Mas o que essa linha faz?

Ela diz ao node que na raíz da sua aplicação, há um arquivo para ser executado, e que podemos fazer isso através de um comando que estamos especificando. E qual comando seria esse? o start entre aspas!!!

Esse comando é responsável por rodar sua aplicação, utilizando-se do node para isso.

Certo, mas então basta digitar start e o servidor irá rodar?

Não, o start sozinho não consegue essa proeza, mas se colocar o npm ou yarn antes do start no terminal, ai sim você consegue rodar o servidor. Segue o exemplo abaixo:

" npm start ou yarn start "

Após isso, o terminal mostrará uma mensagem dizendo a seguinte coisa:

" Servidor rodando em http://localhost:3000 "

Agora basta você digitar essa url em seu navegador, porém adicionando após o 3000 o /teste e você verá aquela mensagem que configuramos na rota get aparecer em sua tela.

Espero que tenham gostado da explicação básica sobre o express. Qualquer dúvida que tenham, basta me chamarem no Slack, ou mandar sua dúvida aqui embaixo que irei responder o mais rápido possível

11 Likes

Bom dia @Marcos9868!

Muito obrigado! Creio que a sua postagem irá me ajudar bastante!