Inteligência emocional na programação

Fala, comunidade! :crazy_face:

Muitos de nós sabemos que programação não é lá algo tão fácil. Mas ela pode ser tornar simples quando adotamos alguns comportamentos que irei compartilhar com vocês.

Pra quem não me conhece, sou o Ioane e tenho 25 anos. Hoje eu atuo como programador front, mas já trabalhei em pizzarias e fui motoboy. Ah… e só pra contextualizar vocês, minha vida emocional já foi uma meleca. :rofl:

Pulando pro que interessa, a lógica de programação e os problemas que você vai encontrar nessa área, via de regra, vão te gerar muito estresse, a não ser que você saiba como lidar com frustrações e falhas, pois elas fazem parte do nosso crescimento.

É natural que o nosso cérebro busque pelo mais fácil, pelo mais confortável, e quando encontramos algo difícil, ele ativa mecanismos de defesa pra a gente “economizar mais energia”, como a procrastinação.

Tá, mas e o que você pode fazer pra ajudar na sua gestão emocional? :thinking:

  • Comece pelo pequeno. Concluir pequenas tarefas ajudam o nosso cérebro em seu sistema de recompensa, e assim você se sentirá mais satisfeito com aquilo que está realizando.
  • Tenha uma agenda para colocar suas atividades diárias. Dessa forma você vai gerenciar melhor o seu tempo e será mais produtivo.
  • Tenha o hábito de fazer algum tipo de meditação, isso vai te relaxar logo no começo do dia.
  • Não posso deixar de falar sobre a alimentação. Nosso cérebro precisa de recursooos. Então beba bastante água!
  • Se comunique! Ninguém sabe o que você está pensando até você começar a falar. Todos temos algo importante para contribuir, sem exceção.
  • Despense! O momento do pico emocional gerado por coisas negativas é muito pequeno, por isso, deixar de ficar pensando em algo ruim é crucial pra parar o ciclo que nos impede de avançar.

Pra finalizar, eu gostaria de deixar bem claro que nem eu faço tudo isso sempre. O essencial é sempre querer voltar quando vemos que estamos dropando nossas emoções, então não deixe a síndrome do impostor te atacar. :sweat_smile:

Resolver problemas pode se tornar algo gostoso.

:heart:

19 Likes

Sindrome do impostor ta sempre em volta kkkk tem q tomar cuidado.

Valeu pelas dicas! Top mesmo

1 Like

Excelente tópico!

Em agosto de 2016 eu iniciei um caderno de registros para anotar coisas como:

  1. o que eu estava aprendendo
  2. quais eram meus conflitos internos
  3. quais eram as coisas que eu queria (as “metas diárias”, por assim dizer)
  4. quais eram as minhas crenças // quais as coisas que de fato faziam sentido para mim
  5. quais eram as coisas que eu gostava e as que eu não gostava (apliquei isso para praticamente tudo… fotos/imagens, musica, comida, roupas, hobbies, matérias de estudo, etc. etc.)

Hoje, 5 anos depois e ainda fazendo alguns registros, posso afirmar que essa prática mudou minha vida. Eu me tornei muito mais observador/criativo e sensível às coisas ao meu redor, me tornei menos resistente às mudanças, venho aprendendo cada vez mais quais “lutas” valem a pena serem lutadas para poder concentrar energia no que realmente importa… enfim, recomendo muito vocês fazerem algo assim.

Eu comecei usando papel (e até hoje uso para iniciar os registros), mas depois migrei pro Evernote. O Notion tbm é uma boa opção.

A vantagem de manter online é que a busca pelos registros antigos fica muito mais fácil, e hoje é meio que um hobbie meu ficar analisando e cruzando os registros entre si… acho muito interessante a forma como os “ciclos de pensamento” vão acontecendo, e o tempo que eu levo para maturar/absorver realmente um novo conceito (e só consigo fazer isso hoje por causa da existência dos registros… e quanto mais o tempo passa, mais divertido fica kkk)

2 Likes

Nossa que texto incrível, concordo plenamente e assinto a síndrome do impostor querendo me pegar mas precisamos dar um passo pra tras e olhar pra dentro pra entender e continuar.

1 Like

Texto sensacional! Aprender a me comunicar foi um grande desafio. Tenho trabalhado bastante para me desenvolver emocionalmente de forma inteligente e estou gostando dos resultados. A transformação tecnológica tem afetado não somente a forma de consumirmos material e serviços, mas também, nós mesmos. A própria postura do cara da TI não é como antigamente que ficava sozinho numa sala codando. O cara da TI de hoje joga sinuca, futebol, bebe cerveja, confraterniza com os colegas de empresa, sem se esconder. Isso sim é que é transformação.

2 Likes

Obrigada pelas dicas! :grin:

1 Like

Tamo junto! :facepunch:

Adorei conhecer um pouco da sua histório, meu amigo. Você entendeu tudo! hahaha

1 Like

Cuidar da gente é o que há! :facepunch:

Valeu, Ana! A gente precisa se envolver mais na sociedade :facepunch:

1 Like

@ioanefaumui Isso aí. Tamo junto!

a 1 anos arás eu achava que programação não era pra mim, mas quando parei de colocar uma pressão em mim mesmos as coisas foram fluindo, extremante importante trabalhar, Inteligência emocional na programação

1 Like

Eu gostei especialmente da ideia de S.M.A.R.T.( Specific, Measurable, Achievable, Relevant, and Time-Bound).
A compreensão desse princípio realmente torna as metas muito mais palpáveis e impulsiona muito a auto-motivação

1 Like

This topic was automatically closed 24 hours after the last reply. New replies are no longer allowed.